Executivo e legislativo retiram urgência do projeto de reajuste salarial do funcionalismo e da planta de valores

Executivo e legislativo retiram urgência do projeto de reajuste salarial do funcionalismo e da planta de valores

Presidente da Câmara de Vereadores explicou que se o executivo deixasse o projeto de reajuste salarial sem retirar o pedido de urgência, provavelmente seria derrubado o pedido de urgência do projeto da planta de valores

Depois de apresentados na Câmara de Vereadores os dois projetos do executivo foram desclassificados os regimes de urgência. No projeto do funcionalismo a solicitação foi do próprio prefeito; da planta de valores, rejeitado pelas bancadas do legislativo.
Em entrevista ao São Lourenço Repórter na manhã desta terça-feira (6) o presidente do legislativo, Jonatã Härther, explicou que se o executivo deixasse o projeto de reajuste salarial sem retirar o pedido de urgência, provavelmente seria derrubado o pedido de urgência do projeto da planta de valores.
“A gente votaria no projeto do aumento dos servidores primeiro e depois na planta de valores e causaria um problema na lei de responsabilidade fiscal, por isso a retirada desse regime de urgência do executivo e logo após na parte da noite os vereadores retiraram por 4 a 2 o pedido de urgência da planta de valores”, disse.
Agora os projetos são colocados no trâmite, que encaminha as propostas para as comissões, posteriormente para os pareceres técnicos dos institutos avaliadores, que verificam se tudo está correto conforme a legislação, em seguida para a espera dos pareceres dos relatores das comissões e por fim para as votações.
“O prazo depende se é de baixa ou alta indagação. De baixa indagação é geralmente 30 dias, podendo ser prorrogado por mais 30 e de alta indagação é de 90 dias podendo ser prorrogados por mais 90, mas eu acredito que vai ser esse de baixa indagação para ambos os projetos”, evidenciou.
Por fim, Jonatã abordou o duodécimo e afirmou que nos próximos a mesa diretora do legislativo vai devolver mais R$ 800.00,00 para o executivo poder utilizar na infraestutura do município, bem como na manutenção de lâmpadas, estradas rurais, etc – a seguir, ouça a entrevista completa:

Entrevista com o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Jonatã Härther

por São Lourenço Repórter | 06/09/2022

Pin It on Pinterest